terça-feira, 27 de março de 2012

A vida e o Verme - Augusto Branco


Aquele que vive reclamando da vida
e que alega que não pediu pra nascer
deveria envergonhar-se diante de um verme.

Ou acaso alguém quereria estar no lugar do verme,
que rasteja e alimenta-se das imundícies
que existem no chão?

Eis que mesmo este verme luta pela sua vida!
E, assim, talvez fosse sabedoria divina
colocar o verme no lugar desta pessoa,
e colocar esta pessoa no lugar do verme!

Afastemos, pois, tais pensamentos de nossas mentes
e sejamos gratos!

Vivemos uma vida raríssima e maravilhosa,
e tamanho é este milagre que chega a soar presunçoso
que ainda queiramos mais um pouco,
se não fosse este desejo o reconhecimento
do quão bom é viver
e do quão seria maravilhoso continuar presenciando
e maravilhando-se da obra divina.
Afinal, quem quer abandonar o que é bom?

Sim, desejemos viver mais! Desejemos a eternidade!
E felicitemo-nos todos pela graça de viver,
afastando de nossas mentes qualquer pensamento medíocre
para que nunca sejamos menos dignos que um verme.

Augusto Branco

Nenhum comentário:

Postar um comentário