quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Carrossel - Mário Quintana


"A  coisa  mais impressionante  que existe são os olhos
dos cavalos  de carrossel , olhos  que parecem estar
gritando  " avante ! " -  enquanto  eles ,
nos  altibaixos  do galope , jamais podem sair  do
mesmo círculo .
Deviam ser  assim , igualmente  estranhos , 
os olhos dos primeiros poetas  que apareceram
 entre os homens  porque olhavam  através  deles
 e para  além deles .
Já ouvi dizer que as tribos  primitivas  vazavam
os  olhos  dos  poetas ... 
Também  deviam  ser  assim  os  olhos  dos
Profetas  porque  a  sua  luz  não era
deste  mundo .
E aos homens  assustava-os  a  beleza  e  a  verdade .
Ah , meus pobres  cavalinhos  de  pau  que
acabo  de  encontrar  parados  no  parque  deserto ...
será  que fiz  um  comício ?
Não  há  de  ser  nada ...
Em  todo  caso , do  modo  como falei ,
dir-se-ia  que  a  beleza  e  a  verdade 
 são as  duas  faces  da  mesma  moeda .
Nada  disso :  elas  são  as  mesma  moeda .
Tanto  assim  que ,
 quando  o  sábio  joga cara ou coroa ,
emcontra   a  beleza  e ,
quando  o  poeta   joga
cara  ou  coroa , encontra  a  verdade ."


Mario  Quintana in  "A vaca e o Hipogrifo"
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares