segunda-feira, 10 de setembro de 2012

A maturidade chegou - Paulo Roberto Gaefke

Não se engane, a maturidade pode chegar bem cedo.
Por isso, vemos jovens cheios de atitude e seriedade.
Muitos ensinando até os pais mais "avoados" em suas trajetórias.
Também encontramos quarentões e até sessentões perdidos, cheios de "estratégia" para fugir das responsabilidades.

A maturidade acontece quando nos encontramos.
E mesmo sem viver essa ou aquela situação, através do amor próprio, descobrimos que:
- há bom senso na emoção e por vezes, erros na razão.

Que amor é diferente de paixão.
Que caminhos iguais podem levar a destinos diferentes.
Que o que eu vejo na viagem é diferente do que você vê.
Que opiniões podem ser iguais, mesmo com tantas diferenças.

Por isso, não se fie em idade.
Nem confie na experiência do Matusalém que veio te dar uma dica.
Pode ser tão furada quanto uma nota de três reais.
O que vale é o seu senso de direção.
E olhe; se é para andar no caminho errado, vá pela sua própria cabeça, "pegue carona não"!

O mundo é ainda um grande mistério.
Mal sabemos o que viemos fazer aqui.
Nem para onde vamos, muito menos quando vamos.
Então, relaxe, aproveite e descubra o planeta.
Ainda que seja nesse cantinho de mundo onde você nasceu.
Valorize seu pessoal, sua família, seus amigos, seus dons!
Lute para sair dessa casca que por vezes você se fecha.
Sorria mais, aprenda com os erros, refaça os passos.
Não se leve tão a sério.

E se a dor vier com muita força e quiser ficar.
Saia fora!
A tristeza não suporta gente feliz.
Acredita nisso?
Parece loucura, mas é verdade:
A tristeza odeia gente feliz!
E foge delas como o diabo foge da cruz.
Então, ai está o segredo da maturidade:

"Cante sempre a alegria,
Não deixe a tristeza entrar..."

Paulo Roberto Gaefke
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares