quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Pecadilho - Flora Figueiredo


Devido ao seu jeito disfarçado
de me  fazer carinho
sem ser notado
e da malícia quente
que corre fluente
compondo um pecado,
estamos burlando a prescrição.
É como se fôssemos predestinados
ao beijo banido,
ao abraço contido.
Somos a falha,
a rasura,
o borrão.
Mas é que, quando enlaçados,
entramos em desatino:
em nosso momento vagabundo,
- num desafio ao destino -
rompemos o estipulado
até deflorar o mundo.

Flora Figueiredo In Calçada de Verão
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares