domingo, 15 de julho de 2012

O tempo do tempo - Paulo Roberto Gaefke

Não acuse ninguém, desse ou daquele mal.
Não esfregue "verdades" na cara de ninguém.
Não se julgue "inocente o suficiente" para dar um veredito.
E por outro lado, não aceite o julgamento de ninguém.

Feliz é a pessoa que segue seu caminho buscando o bem.
Independente de qualquer religião, dogma ou credo.

Feliz é aquele que segue sem julgar,
e que não se abala com o julgamento dos outros.
Não tem tempo para se comparar, segue fazendo.

Hoje, mais do que nunca, o tempo pede um "tempo".
Uma reflexão amorosa sobre a sua vida.
Não siga pelos mesmos caminhos que já te fizeram sofrer.
Abra a sua mente para novas possibilidades.
Se já não há mais portas para bater,
abra janelas no seu interior 
e deixe a luz do céu entrar.

Você tem visto Deus na sua vida?
Não nas palavras, nem nos gestos.
Estou falando de paz interior, de família unida e feliz.
De bençãos sem medidas e inesperadas;
de amor e caridade, luz e fraternidade.
Deus é mais do que uma ladainha ou oração.
Deus é justiça perpétua, não uma emoção.

Abra-se para a plenitude.
Acredite em você, na centelha divina que habita em seu ser.
Não se deixe levar pela correnteza de situações adversas,
nem pelos pensamentos que nada constroem.
Fortaleça-se na certeza de que o melhor está reservado para você;
e tudo já está preparado!
Só falta você.

Paulo Roberto Gaefke
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares