sexta-feira, 27 de julho de 2012

Mensagem do dia - Quem tem dó de angu não cria cachorro

Quando eu era criança, no interior de São Paulo, “angu de cachorro” era uma mistura feita com fubá e resto de comida e que se dava para os cachorros. Logo, quem quisesse criar cachorro, não poderia ter dó de gastar fubá ou de fazer angu. 

Quando reclamávamos de alguma coisa –do emprego, da falta de tempo, de ter que viajar muito etc. – minha avó sempre dizia: “Quem tem dó de angu, não cria cachorro!”. 

Hoje vejo como minha avó tinha razão em seu velho ditado. Vejo pessoas reclamando de coisas que são absolutamente inerentes à sua profissão, situação, condição ou mesmo região. 

Vejo médicos reclamando de ter que atender chamados de madrugada; pilotos reclamando de viajar muito; donos de restaurante reclamando de trabalhar nos finais de semana; professores reclamando de ter que corrigir provas; residentes do norte ou nordeste reclamando do calor e residentes no sul reclamando do frio; e até empresários reclamando de ter clientes... 

Enfim, boa parte das pessoas perece não compreender coisas tão simples como o fato de que não dá para “ter dó de angu e querer criar cachorro”. Assim, por exemplo, se você não quer ter dores de cabeça e quer viver uma vida tranqüila e sem riscos, não pode ser  empresários. Se quer ser promovidos em seu emprego, precisa comprometer-se mais. Se  quer ter uma velhice com conforto, precisa poupar durante toda a vida. E assim por diante. 


Se você não quer atender doentes, abandone a medicina. Se não aguenta o calor, mude para uma região mais fria. Se você quer ter todos os finais de semana para passear com sua família, venda o seu restaurante. Se você não suporta corrigir provas, deixe de ser professor. Se você não quer lidar com clientes, empregados e fornecedores, venda sua empresa. 

Você tem três opções: 

        (a)        assuma e enfrente a realidade,
        (b)        mude a realidade ou
        (c)        pare de reclamar.


                                  MORAL DA HISTÓRIA:

Não dá só para ter os benefícios e vantagens de alguma profissão, empresa ou lugar. Se você é vigia noturno, não reclame de passar as noites acordado.
Lembre-se: “Quem tem dó de angu, não cria cachorro!” Pense nisso... e tenha um bom dia...

Luiz Marins – Revista de Bordo TAM
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares