sábado, 26 de maio de 2012

O que não tem remédio .... remediado está! - Rubia A. Dantés


Desde criança escuto essa frase e só agora percebo quanta sabedoria existe aí... só agora, quando já consigo não me estressar tanto com as coisas que acontecem diferentes do que gostaria, e que con... sigo ficar calma entendendo que reclamar e resistir ao que já aconteceu só prolonga o sofrimento e cria conflitos... é que percebo quanto sofrimento e complicação poderiam ser evitados se seguissemos esse ditado popular mais vezes nas nossas vidas.

Muitas vezes ficamos tempos e até conheço pessoas que passam uma vida reclamando de coisas que não deram certo ou que não sairam como elas queriam... E pensamos assim, se tivesse acontecido dessa forma tudo seria diferente... e de novo sofremos com o passado e impedimos o presente de se manifestar.

Ficamos presos e geramos enorme sofrimento diante de coisas que realmente não tem remédio... e que não dependem da nossa ação... Sempre podemos escolher aceitar ou não aceitar as situações que se apresentam nas nossas vidas. No primeiro caso liberamos o passado e abrimos espaço para o novo... deixamos nossa energia livre e disponível para o presente... no segundo caso ficamos presos ao passado, resistindo e sofrendo, pelo que não depende da nossa ação, gerando mais sofrimento e deixamos parte da nossa energia presa no passado em histórias que só não estão resolvidas na nossa mente...

Acredito que o Grande Mistério é tão sábio que... aquilo que é descartado das nossa vidas por não ter remédio, é porque já cumpriu o seu tempo útil... e que só está acupando espaço de algo que nos fará mais felizes no presente... Muitas vezes o que nos prende as coisas e pessoas são memórias passadas de situações vividas que foram boas, mas que não vão mais se repetir naquela forma que esperamos... e aceitar que... o que não tem remédio, remediado está, pode ser uma chave preciosa para nos deixar mais livres e plenos para o presente.

Muitas vezes não concordamos com a escolha do outro porque aquilo afeta de alguma forma nossas vidas em maior ou menor grau, mas... quando não podemos fazer mais nada para mudar o que já aconteceu... é melhor fechar essas histórias para começar outras.

Se já fizemos a nossa parte, que pode ser expor o nosso ponto de vista ou qualquer ação que julgamos necessária... Ho'oponopono... ou mesmo a não ação... e não tem mais nada que podemos fazer para remediar aquela situação... bola pra frente! Ficar presos energéticamente a pessoas e situações que não fazem mais parte das nossas vidas e que só estão alimentando nossas memórias de dor e de vítimas não vao nos levar a lugar nenhum... a não ser aos mesmo e velhos conhecidos caminhos que já percorremos vezes sem conta e com cada vez mais sofrimento.
Não deixar ir o passado é como jogarmos no lixo as coisas que não nos servem mais mas... guardar os sacos de lixo sem ter coragem de deixar o lixeiro levar...

Se existe alguma coisa na sua vida ou no seu coração, que não tem mais remédio... libere na luz e deixe ir com suavidade... pode ser que o Universo esteja só esperando que você abra espaços para te trazer o que você mais quer...

Deixe a vida fluir...
Rubia A. Dantés
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares