sábado, 25 de fevereiro de 2012

Venho de longe - Roque Schneider

Paulo Setúbal, escritor brasileiro, escreveu:

"Obrigado, meu Cristo. Se eu não tivesse des­cido ao fundo do poço da miséria, não apreciaria agora, em dimensões tão amplas, o esplendor das alturas, tão perto de ti. Através dos obstáculos e do sofrimento, tua mão elevou-me e sou feliz. Quem sabe tenho alguns méritos também, porque venho de longe, de bem mais longe que muitos outros".

Quem já sofreu entende melhor seus colegas de sofrimento. Quem já esteve estirado no chão é mais aberto para entender um irmão caído, os filhos pródigos que um dia desertaram da casa paterna.

Há mágoas que purificam, imperfeições que nos fazem mais solidários. O fracasso, quando as­sumido, tem um sentido vertical. A exemplo do elevador, nos conduz para mais perto de Deus .
Rezando, espiritualmente o profano,
trazendo a eternidade
para dentro do cotidiano.

A oração é remédio e terapia
que infunde paz e serenidade,
equilibrio psicológico, alegria.

Pe Roque Schneider In Passos e Espaços 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares