sábado, 18 de fevereiro de 2012

Amamos Brigando - Roque Schneider

Home sweet home, dizem os americanos. Lar, doce lar. Existem lares doces e lares amargos.

Somos estranhos, curiosos, desconcertantes, não raro. Amamos, brigando. E brigamos, aman­do. Não é essa a radiografia perfeita e acabada de muitas famílias, hoje?

O ódio, a desavença, o rancor, o despeito e os ressentimentos não são nada inteligentes. Mui­tos esposos, pais, irmãos e filhos só descobrem esta verdade quando já é tarde, tarde demais. Quando tudo ruiu, quando os escombros estão aí, quando o lar se desfez e o amor terminou.

Amei este letreiro que encontrei na porta de uma residência:

"O sorriso que você nos traz
enche esta casa de amor,
de luz, de esperança e de paz."

 Pe. Roque Schneider  In Passos e Espaços - Para Ser, Viver e Crescer
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares